Páginas

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Hermanos son hermanos

Chama atenção o apelo que o mercado publicitário faz, durante esta Copa do Mundo, da rivalidade existente no futebol entre Brasil e Argentina. São 32 países no torneio da Fifa jogando na África do Sul, porém, tem-se a impressão que estamos em guerra contra o país vizinho. Companhias telefônicas, marcas de cerveja, lojas de departamento se empenham em vender seus produtos ridicularizando ou caricaturando os argentinos. Importante frisar, não são piadas com o futebol argentino, mas, com o povo argentino.
Embora sejamos o maior país da América Latina estamos, historicamente, de costas para o continente e agachados para a Europa e América do Norte. No atual contexto de multipolaridade da política internacional é extremamente estratégica a integração dos países latino-americanos, não apenas no aspecto econômico, mas também nos aspectos político e cultural, como aponta a Unasul, por exemplo. Sem Brasil e Argentina o processo de integração regional perde relevância. A quem interessa então a promoção de rivalidade entre nossos povos?
Latino-americanos, não apenas brasileiros e argentinos, enfretam problemas com causas e conseqüências semelhantes e vivenciam atualmente uma onda democrática e progressista, podendo pender positivamente a balança global para uma alternativa de sustentabilidade e justiça social.
É triste que conheçamos tanto os nossos colonizadores culturais e nos sintamos tão distantes de nossos vizinhos. É preocupante que falemos tanto em inglês e escutemos pouco em espanhol. Somos brasileños y latinoamericanos. Hermanos, compañeros, son hermanos!


quarta-feira, 2 de junho de 2010

Oh Nikita era tudo mentira

Em novembro de 1985 o cantor inglês Sir Elton John lançava um disco com o sugestivo título de Ice on Fire. Na década de 1980, em alguns países latino-americanos, acontecia um lento e gradual processo de redemocratização e a Guerra Fria dava sinais de cansaço. Governava a URSS Mikhail Gorbatchov, que tinha assumido em março daquele ano. Gorbatchov ficou conhecido pela tentativa de modernizar (ou tornar mais ocidental) a União Sovitética, com reformas econômicas, conhecidas por Perestroika, e reformas políticas e sociais, conhecidas por Glasnost.

Em Ice on Fire a faixa Nikita fez grande sucesso e, ao passo que capitalismo dava sinais de que venceria o modelo estatal-burocrático em que tinha se transformado a URSS, Elton John cantava provocantemente: “Ei Nikita, está fazendo frio/ Em seu cantinho do mundo ? /Você pode rolar ao redor do globo/ E nunca encontrar uma alma mais calorosa para conhecer /Eu vi você ao lado do muro/ Dez de seus soldadinhos de lata em uma fileira /Com olhos que pareciam gelo pegando fogo/ O coração humano, um cativo na neve (...) Nikita eu preciso tanto de você”. No videocliple o personagem interpretado por John estava em um carro conversível, com ares de turista, fotografando, mostrando passaporte e cantado para uma militar soviética que estava na fronteira. A canção é isso: uma fronteira que ainda insistia em existir entre dois mundos.

Era uma grande ofensiva ideológica e, claro, a música e o cinema eram mobiliados. Faltava pouco para o capitalismo ficar sozinho em cena, “democratizar” todo o mundo e provar que o livre mercado fariam todos e todas felizes. O leste europeu certamente não apresentava o melhor modelo de alternativa ao capitalismo, no entanto, no semanário alemão Der Spiegel pode-se ler reportagem extensa em julho de 2009 em que tinha como chamada: Maioria dos alemães orientais sente que a vida era melhor no comunismo”. Recentemente aqui no Brasil o jogador sérvio Dejan Petković foi perguntado pela apresentadora Ana Maria Braga como era ter vivido num país (a Iugoslávia socialista) com tanto sofrimento e respondeu, deixando aquela inteligente senhora sem graça, que não havia sofrimento algum, todos tinham casa e emprego, os problemas vieram depois... com o capitalismo. O que os habitantes dos países do leste europeu conheceram no capitalismo foi uma explosão de prostituição, tráfico de drogas, desemprego, niveis alarmantes de violência urbana, alcoolismo, etc.

Nikita, era tudo mentira, o nosso mundo, em nada, é melhor que o seu. A liberdade aqui é para poucos, só para os que têm dinheiro, assim como o consumo de todas as benesses que o capitalismo oferece. Nikita, pode ter saudades, não deveria ter acreditado no amor fácil do Elton John. Aqui tudo e todos viram mercadorias e mercadorias não podem ter felicidade. Oh, Nikita, era tudo mentira.

video

Nikita

Elton John

Composição: Elton John / Bernie Taupin

Hey Nikita is it cold
In your little corner of the world
You could roll around the globe
And never find a warmer soul to know

Oh I saw you by the wall
Ten of your tin soldiers in a row
With eyes that looked like ice on fire
The human heart a captive in the snow


Oh Nikita you will never know, anything about my home
I'll never know how good it feels to hold you
Nikita I need you so
Oh Nikita is the other side of any given line in time
Counting ten tin soldiers in a row
Oh no, Nikita you'll never know

Do you ever dream of me
Do you ever see the letters that I write
When you look up through the wire
Nikita do you count the stars at night

And if there comes a time
Guns and gates no longer hold you in
And if you're free to make a choice
Just look towards the west and find a friend


Oh Nikita you will never know, anything about my home
I'll never know how good it feels to hold you
Nikita I need you so
Oh Nikita is the other side of any given line in time
Counting ten tin soldiers in a row
Oh no, Nikita you'l never know